Conheça 7 formas de usar post-it nos estudos

Ainda que a invenção do post-it, em 1976, tenha sido vista como algo de pouca utilidade, justamente devido à presença de cola com pouca aderência, com o passar dos anos, os papeizinhos que grudam e saem fácil de muitas superfícies acabaram se mostrando uma excelente alternativa na hora de estudar e criar esquemas de organização.

Quando estamos estudando a respeito de um determinado assunto, é importante fazer observações para que a informação seja mais bem armazenada e também para destacar tópicos importantes dentro do material lido — e o post-it é um excelente aliado nessas ocasiões.

O fato é que, mesmo que o uso do post-it seja aparentemente óbvio, é possível maximizar as funções desses lembretes coloridos. Para que você tenha mais sucesso em seus estudos, separamos algumas dicas incríveis sobre como usar o post-it — veja a seguir!

Como usar post-its nos seus estudos

1. Crie mapas mentais

Mapa mental é um esquema onde você define o assunto do estudo e seus principais pontos. Dessa forma, depois de ler bastante a respeito de determinado tema, você consegue memorizar o conteúdo ao observar a relação dos tópicos mais relevantes.

O mapa mental é uma maneira de criar uma representação visual dos tópicos que você está estudando. Você pode colocar um quadro na parede, por exemplo, ou até mesmo colar os post-its diretamente na parede e, nessa área, inserir novas ideias ou pontuações importantes a respeito do tópico principal. Essa visualização ajuda muito na hora de “cimentar” o conteúdo em sua memória.

2. Use a estratégia do Design Thinking

Design Thinking é uma forma de estruturar suas anotações com base em critérios visuais. Em relação ao uso de post-it, o método pode ser aplicado quando você separa suas anotações de acordo com seus respectivos nichos e cria essa segmentação de forma visual, com post-its de cores diferentes que são usados para anotar informações dentro de categorias separadas. Na hora de ter um panorama a respeito do que foi anotado, a diferenciação de cores será importante.

3. Planeje-se melhor

Qualquer atitude, quando planejada com antecedência, tem mais chances de gerar resultados positivos, e a mesma lógica vale para os seus estudos. Os post-its podem te ajudar a ter mais controle sobre a sua gestão de tempo, seus prazos, suas metas e, inclusive, a mostrar quais marcos já foram alcançados. Escreva suas estratégias de estudo ou de leitura, por exemplo, e cole os post-its em lugares onde você possa mudá-los na medida em que concluir cada etapa.

4. Transfira o Trello para a sua parede

O Trello é uma ferramenta online muito versátil que serve para organizar suas tarefas em colunas. Essa percepção do fluxo de trabalho é baseada no sistema do Kanban, que cria cartões para segmentar conteúdos. Com os post-its, você pode fazer a mesma coisa, organizando funções, ideias, prazos e o que mais precisar ser sistematizado.

Por exemplo: você pode colar uma coluna de post-its em um quadro, e neles ficam anotados os artigos que precisam ser lidos. Em outra coluna, ficam os post-its com os artigos que já foram lidos e resumidos e assim por diante — você só precisa movimentar cada post-it de acordo com o andamento do trabalho, tendo como resultado um esquema visual do que já foi feito e do que ainda precisa ser realizado.

5. Escolha os lugares certos para colar os post-its

Se a intenção não for criar um mapa mental ou um Trello na sua parede, você pode usar os post-its para criar pequenos lembretes e, nesses casos, posicioná-los no lugar correto faz toda a diferença.

Digamos que você precise se lembrar de uma reunião online com seu grupo de estudos. Em vez de escrever isso em um post-it e colá-lo na sua agenda, por exemplo, é preferível que ele fique preso em um lugar onde você o veja com frequência, como no canto da tela do computador ou até mesmo no espelho do banheiro.

Existem outros lugares onde você pode colar seus lembretes quando precisar vê-los com urgência: na geladeira, na porta do armário, no canto da televisão, na tela do computador e por aí vai...

6. Não faça anotações longas

O ideal é que as suas anotações sejam breves, com palavras-chave que remetam ao assunto principal e que consigam resgatar o conteúdo que já está gravado em sua mente. Não adianta, portanto, escrever textos longos com letras minúsculas na folha do post-it, até mesmo porque ela não é uma folha A4 e tem um tamanho pequeno justamente para servir como lembrete de pontos principais, não para resumir todo o material estudado.

7. Em relação ao conteúdo, anote os pontos com os quais você tem mais dificuldade

Se você já domina um assunto, não precisa criar lembretes a respeito dele, não é mesmo? Agora, quando o tema for mais complicado ou algo totalmente novo, vale a pena fazer anotações, como no caso de fórmulas, leis, nomes ou datas.

Bônus: Mais utilidades para o seu bloquinho de post-it:

Além dessas formas de organizar seus estudos, é possível utilizar as tradicionais folhinhas com cola para mais coisas — confira:

  • Lista de compras
  • Calendário na parede
  • Objetivos na agenda
  • Mensagens motivacionais
  • Jogos
  • Organização das tarefas da casa
  • Lembretes
  • Anotações de atalhos de teclado
  • Decoração
  • Marcação de cabos e fios
  • Tarefas infantis
  • Marcador de página
  • Etiquetas em pastas
  • Etiquetas em embalagens na geladeira e nos armários da cozinha
  • Anotações de vocabulário em outro idioma
  • Crachá
  • Datas importantes

E aí, você já tinha pensado a respeito de todas essas utilidades para um simples post-it? Esperamos que seus estudos fiquem mais organizados com as nossas dicas! E, lembre-se: em nossa sessão de Papelaria, temos diversos modelos e cores de post-it para você estudar melhor e se organizar de uma forma mais eficiente!