Lettering: o que é e como começar

O lettering é definido como a arte de desenhar letras e palavras. Este novo método de expressão se difere da tipografia, pois não segue padrões de fontes pré-formatadas, e também se distancia da prática de caligrafia, em que há um traço clássico de escrita que busca a perfeição técnica.

O lettering é mais adaptável, o que permite que você utilize em sua composição tanto a caligrafia quanto a tipografia, e até misturar estilos criados por si. Todas as técnicas servem como inspiração, tornando o trabalho sempre único.

Tipos de lettering

Apesar de ser uma técnica de desenho livre, o lettering também conta com estilos que auxiliam na hora da criação. Conhecer diversas técnicas possibilitam uma maior variação na hora de produzir a arte. Conheça a seguir alguns estilos básicos que serão fundamentais no seu processo de aprendizado:

Hand Lettering

Traduzindo ao pé da letra, Hand Lettering é basicamente, letra de mão. Você poderá fazê-las com lápis, pincéis ou canetas especiais, o que possibilitará a realização de traços com larguras diferentes. Durante o momento de criação da sua arte com esse estilo, poderá ser feitas letras monolinhas (que têm a mesma espessura em todas as partes), com floreios elegantes (aquelas curvas que deixam as letras mais charmosas) e outros enfeites criativos.

Pensando nos materiais para desenvolver esta técnica, utilize lápis ou lapiseiras, o que possibilitará apagar a letra caso saia algo errado. Dê preferência para grafites que não sejam nem tão duros, nem tão moles, sendo ideal os modelos HB, B e 2B. 

Para começar a entender o método, comece desenhando em uma folha de papel linhas básicas. De cima para baixo, de baixo para cima, ondulações, linhas verticais, treine principalmente traços mais arredondados, eles serão fundamentais para o embelezamento da sua arte. Passe a escrever algumas letras monolinhas, finalizando-as com floreios.

Chegando na parte de unir as letras, pense sempre como irá conectar uma letra com a seguinte. Enquanto a maioria das letras terminam com o traço em sua base, algumas como "o", "r", "v" e "w" terminam com a linha no topo. Tais letras devem ser conectadas em altura mediana para que não haja uma distorção e você não consiga conectar uma letra com a outra.

Brush lettering

Sendo umas das técnicas mais bonitas do lettering, o Brush Lettering é um estilo que deve ser feito apenas com pincéis ou canetas pincéis. Desenhar com pincel é uma tarefa difícil de início, e para que a prática fique mais fácil, a caneta pincel (ou brush pen) é a ideal. Quanto menor for a ponta da caneta, mais fácil será de controlar seu traço e aperfeiçoar sua técnica. 

Como a ponta da caneta pincel é bem sensível, treine essa técnica somente em folhas lisas, como o papel sulfite tradicional. Papéis que possuem texturas podem danificar a sua brush pen ao longo do tempo.

Para utilizar o pincel, entenda que a ponta dele deverá tocar o papel de forma lateral. Para isso é necessário que você segure-o numa angulação aproximada de 45 graus. Comece desenhando algumas gotas para ir aperfeiçoando o toque no papel.

Diferente de uma caneta comum, será necessário dar pinceladas e controlar a pressão do pincel para que a tinta não se espalhe durante o traço, além de perder a padronização. A regra do estilo se baseia em: as linhas de cima para baixo devem ser feitas com muita pressão, chamado traço descendente. Já as de baixo para cima devem ser feitas com menos pressão, chamado de traço ascendente.

Pratique os traços e, posteriormente, comece a fazer letras seguindo a regra do traço ascendente e descendente. As letras que terminam com o traço abaixo da linha de base ou do lado esquerdo devem ser conectadas à próxima letra por meio de um laço. 

Materiais necessários

Se você tem vontade de aprender lettering, acredite, você não precisa de muitos materiais para começar a treinar hoje. É claro, existem diversos tipos de materiais que ajudarão a deixar suas artes cada vez mais bonitas e profissionais, mas para iniciar, você precisará apenas de: 

Caderno de desenho ou bloco de desenho: esses são os materiais mais essenciais para que você comece a praticar, afinal, você precisará de uma superfície para desenhar. A vantagem de ter um caderno é que suas artes ficarão todas juntas, e você poderá acompanhar a sua evolução ao longo do tempo. Já com as folhas soltas, se você não for uma pessoa organizada, pode ser que você perca seus trabalhos por aí. 

- Lápis ou lapiseira: você decide! Ao escolher o lápis, por exemplo, pense que você terá de apontá-lo com certa frequência. Caso opte pela lapiseira, indicamos o grafite 0.7 2B, pois deixará seu traço fino, é macio e fácil de apagar no momento de rascunhar o seu lettering. 

- Borracha: esse é outro item indispensável para quem desenha. Opte por uma borracha macia, que não solte muitos resíduos ou rasgue o papel ao apagar. Isso trará mais conforto durante o seu aprendizado. 

- Canetas: para começar, escolha canetas com pontas finas (dê preferência ao tamanho 0.4), pois assim você conseguirá fazer traços finos, construir traços grossos, elaborar contornos e preenchimentos. Em um segundo momento, você também pode investir em canetas pincel, também conhecidas como brush pen. Esse tipo de caneta tem uma ponta flexível, e o traço pode variar conforme a pressão da mão sob a caneta. 

No site da Contabilista, você encontra todos os materiais necessários para que você possa se tornar um artista de lettering!

Dicas para começar

Com os materiais em mão, o primeiro passo é escolher uma frase. Para começar, dê preferência a frases curtas, pois irá facilitar na hora de organizar o texto no papel.

Partindo para a prática, comece demarcando a área de trabalho, ou seja, o espaço que você vai trabalhar o lettering na folha de papel. Divida o espaço de forma que a arte fique centralizada. Para facilitar, você pode desenhar a margem e traçar o centro da página.

Em uma folha alternativa, faça alguns rascunhos utilizando a frase escolhida. Sem medo! Use esse momento para testar a posição de cada palavra da frase. Dê preferência para as palavras que você deseja que tenham mais destaque. Para deixar a sua arte ainda mais bonita, faça uma composição com outros elementos. Se você está usando um trecho de uma música, por exemplo, ilustre uma nota musical.

Na hora de passar a arte escolhida para o papel principal, não se esqueça de fazer utilizando a lapiseira, assim caso ocorra algum erro, é possível apagar e recomeçar.

Com o rascunho passado para a folha principal, contorne todo o desenho com a caneta de traço fino. Depois, apague os traços feitos com a lapiseira que ainda ficaram visíveis. Você pode finalizar o seu lettering aqui, ou se preferir, pode colorir com lápis de cor. Não esqueça de definir uma paleta de cores para que seu desenho fique ainda mais harmônico.

Lembre-se que com o tempo, você irá aprimorar a sua técnica e o seu próprio estilo. O grande segredo de um trabalho cada vez melhor é o treino! Boa prática!

Tags: lettering