Como escolher a mochila ideal: peso x idade x altura

Os meses de outubro e novembro marcam o fim do ano letivo, mas é também nesse momento que as escolas começam a liberar as listas de materiais escolares para o ano seguinte. Será que o seu filho precisará de uma nova mochila nova?

A pergunta é bastante pertinente, pois não basta apenas observar se ela está nova ou sem rasgos aparentes. É fundamental que a mochila infantil seja adequada à idade, ao peso e à altura da criança. Além disso, é importante observar o limite de peso a ser carregado.

Se você tem dúvidas de como escolher a mochila ideal para o seu filho, listamos aqui algumas dicas de como fazer isso e aproveitar a compra de material escolar para encontrar o modelo perfeito.

Como é a mochila ideal?

A principal razão pela qual você deve ficar atento à mochila utilizada pelo seu filho é por conta dos problemas que elas podem ocasionar à coluna. Uma mochila inadequada pode forçar os ombros, as costas e impactar diretamente na postura. Uma mochila muito pesada ou de tamanho inadequado resulta em problemas graves em longo prazo.

Por essa razão, médicos ortopedistas costumam orientar os pais para que observem múltiplos fatores. O peso carregado, por exemplo, deve ser compatível com o peso e a altura da criança. Se houver mesmo a necessidade de carregar muitas coisas, os modelos com rodinhas, que não precisam ser levados nas costas, são mais indicados.

A tabela abaixo ilustra os principais tamanhos de mochila infantil em relação à altura e a idade da criança e vale tanto para as mochilas quanto para as mochiletes (os modelos com rodinhas).

  • Crianças de 2 a 3 anos, com altura inferior a 1 m – tamanho P
  • Crianças de 3 a 4 anos, com altura entre 1 m e 1,30 m – tamanho M
  • Crianças de 4 a 6 anos, com altura entre 1,30 m e 1,40 m – tamanho G
  • Crianças de 6 a 8 anos, com altura acima de 1,40 m – tamanho GG

Quais são os cuidados que você deve ter com a mochila do seu filho?

Desde o peso que é carregado até a forma como os materiais são dispostos dentro dela, tudo precisa ser observado para minimizar possíveis incômodos nas costas. Portanto, observe as seguintes características:

  • Peso máximo: o peso máximo que pode ser carregado na mochila corresponde a algo entre 5% e 10% do peso da criança. Por exemplo, uma menina ou menino que pesa 40 quilos não deve carregar em sua mochila mais do que 4 quilos de peso.
  • Alças ajustáveis: embora idade e altura sejam dois parâmetros satisfatórios para escolher uma mochila, anatomicamente somos diferentes uns dos outros. Por essa razão, mochilas com alças ajustáveis proporcionam maior conforto, evitando sobrecargas nos ombros. Prefira os modelos com alças largas e almofadadas.
  • Distribua o peso: as mochilas têm duas alças não é por acaso. Isso permite que o peso seja distribuído igualmente pelo corpo. Por essa razão, oriente seu filho para que evite carregar a mochila em apenas uma alça. Com o passar do tempo isso pode provocar escoliose.
  • Fique de olho nas hastes: já no caso das mochilas com rodinhas, é importante prestar atenção nas hastes. Elas devem ser ajustáveis e ter tamanho suficiente compatível com a altura da criança. Não faça adaptações, a criança precisa se sentir confortável com ela. A haste deve ficar em um ângulo de 30 graus em relação ao braço da criança.
  • Peso maior próximo à coluna: na hora de dispor os itens dentro da mochila, observe quais são os mais pesados e coloque-os mais próximos da coluna. Isso ajuda a distribuir melhor o peso dentro da mochila. Modelo com cintos ajustáveis na cintura também são interessantes.

.....

Você observa essas características na hora de escolher uma mochila para o seu filho? Se já estiver com a lista de material escolar para 2020 em mãos, aproveite também para conferir na Contabilista as opções de mochila infantil disponíveis em nossa loja.

Fonte(s): Blog Valejet, Jornal da Savassi e Agência Brasil