IRPF 2020: tudo que você precisa saber para declarar o Imposto de Renda

No dia 30 de junho termina o prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda 2020. Neste ano, os contribuintes excepcionalmente ganharam um prazo extra para providenciar a documentação em razão da pandemia de coronavírus.

Portanto, se você ainda não regularizou a sua situação junto à Receita Federal é melhor correr. No último dia o sistema costuma ficar sobrecarregado e lento e caso você seja obrigado a entregar a declaração e não o faça terá que pagar uma multa posteriormente. 

Neste artigo daremos todas as orientações para que você possa entregar o seu IRPF 2020 a tempo.

Quem precisa declarar Imposto de Renda em 2020?

Nem todos os contribuintes precisam declarar Imposto de Renda. A entrega da documentação é obrigatória para aqueles que, ao longo dos doze meses de 2019, tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. O valor é exatamente o mesmo do ano passado, pois não houve correção na tabela. Além disso, a obrigatoriedade se estende também aos seguintes contribuintes:

  • Contribuintes que em 2019 receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil;
  • Quem obteve, em qualquer mês de 2019, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Quem teve, em 2019, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Quem tinha, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil;
  • Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2019;
  • Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

Como entregar a Declaração de Imposto de Renda 2020?

Se você está na lista dos contribuintes que são obrigados a declarar IRPF, então o próximo passo é fazer o download do programa oficial da Receita Federal. Ele está disponível para diversos sistemas operacionais, incluindo versões para smartphone. Baixe o aplicativo correspondente ao seu SO, instale-o e preencha os campos com as suas informações.

Quanto eu devo pagar de Imposto de Renda?

O valor a ser pago a título de Imposto de Renda varia de acordo com a sua renda. De acordo com a tabela de alíquotas do Imposto de Renda 2020, o percentual pode ir de 7,5% a 27,5%. Veja quais são as faixas de renda:

  • Quem ganha até R$ 1.903,98 está isento da cobrança.
  • Rendas entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65 são taxadas em 7,5%.
  • Rendas entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05 são taxadas em 15%.
  • Rendas entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68 são taxadas em 22,5%.
  • Rendas acima de R$ 4.664,68 são taxada em 27,5%.

O cálculo leva em consideração não apenas os valores recebidos, mas também deduções com plano de saúde e educação, entre outros itens. Portanto, fique atento ao que pode ou não ser deduzido para não pagar mais imposto do que o necessário.

Último dias para entrega do IRPF 2020

O prazo final para entrega da Declaração de Imposto de Renda 2020 vai até às 23 horas, 59 minutos e 59 segundos do dia 30 de junho, uma terça-feira. A multa para quem não entregar a declaração dentro do prazo é de R$ 165,74. 

E não é só isso: a Receita Federal pode cobrar ainda a título de punição uma multa com valor de até 20% sobre o imposto devido. Além disso, é claro, os impostos devidos também precisarão ser regularizados.

É importante ficar atento também ao correto preenchimento das informações. Omitir rendimentos seus ou de seus dependentes ou apresentar informações incorretas pode fazer com que você caia na chamada “malha fina”, o que implicará no pagamento de multas.